contato@basseifer.com.br

O que esperar do setor de aço em 2021?


O que esperar do setor de aço em 2021?

A pandemia do novo coronavírus mudou o cenário econômico mundial. Além da mudança no estilo de trabalhar, com os colaboradores exercendo suas funções de dentro de suas casas, muitas empresas tiveram que buscar por soluções que pudessem ajudar a evitar grandes quedas na produção e venda de serviços e produtos.

No setor de aço não foi diferente. Nos primeiros meses, após o anúncio do agravamento da situação da saúde pública mundial, devido a rápida proliferação do Covid-19, houveram quedas expressivas, que ameaçaram e preocuparam grandes companhias. Mas após março e abril, com o anúncio das linhas de crédito viabilizadas pelo governo federal, a indústria voltou a crescer. 

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Aço Brasil, IABr, só em janeiro de 2021, a produção brasileira de aço bruto aumentou cerca de 10,8% em comparação com o mesmo período em 2020. 

Apesar dos números ainda serem menores que os de 2019, a indústria brasileira se mantém positiva. Com a chegada da vacina e a volta gradativa ao trabalho, o setor espera um crescimento de 6,7%, chegando a cerca de 33 milhões de toneladas de aço bruto. Já na área de vendas internas, que foi de 19,2 milhões de toneladas em 2020, a perspectiva é de crescimento de 5,3%, chegando a 20,3 milhões de toneladas. 

É importante reforçar que as estimativas dependem do cenário externo, como a velocidade de vacinação da população e planos para a retomada da economia, com possíveis incentivos à indústria.


Postado em: 21 de maio de 2021 - Autor: Ed